Seguidores

2008/02/29




Flerte, coisa e tal


Eu sei de teu passado
Mas nunca quis julgar
Estar comigo dói demais
Viver sem mim é alcatraz.

Algo além da vida e do amor
Se tiver, tem teu cheiro e tua cor.
Tem teu cabelo e seu sorriso
Beijar você é expulsar a serpente e gozar do paraíso.

Eu sei de teu passado
Mas todos me julgam...
Errei não precisava ir tão longe,
Afinal nunca enganei foi flerte, coisa e tal.

Eu pago o preço de línguas ferinas
Eu choro às noites de frio e de calor
Mas vim, te vi, e só te contaram.
Que eu sou pura dor...

Me perdoe-me se assim me vês,
Mas hoje sei que não é assim que sou!

Czar D'alma