Seguidores

2011/11/07

Doces Detalhes

           "Doces detalhes"   




                     




Vem e desce até o meu sorriso
Compra dos oceanos o preço disso
Me diga coisas abissais, me vista de mentiras
Pra quando acordar sóbria a coisa de estar bem linda.


Eu estou feliz com seus detalhes
Mas não me compre flores dizendo adeus
Pois de todos os momentos que degusto
Os melhores são ao lado teu.


Não tenho coisas fortes pra dizer
Senão que adoro a vida e amo você
Se as marés tem discursos eu também
Mas em meus lençóis me dispo dos detalhes, amém.


São colírios pra alma
Cada gesto teu em meu corpo
Dou um minuto de paz
Se me permitires esse absorto


Eu sou a felicidade colada em teu corpo
Quando em quando sou ébria de mim
Compondo estrelas na alma
Cuspindo esperanças ao próprio jardim


Eu posso ser uma menina criança
Mas toda mulher o seria se adormecesses ao teu lado
E acordasse, com os beijos e marcas que tatuas em meu corpo
Diluindo lembranças que o passado esculpe na alma...


E que a vida, define como da felicidade um sim.
Que seja 




Assim.







Czar D’alma 






Detalhe Feliz

            "Detalhe Feliz"   




                       



Por menor que seja a vida
Esta será magnífica
Se eu estiver ao seu lado


Das coisas que, degustei do mundo
Apenas do seu beijo todas elas
Tomaram o sabor de seu corpo
Pois nele eu fui e sou feliz.


Eu sou do tamanho de nosso amor
E de outra forma sou da medida da esperança
Pois todas as coisas passam e quando em quando brotam
Outras horas somos nós que, colhemos de tudo a própria flora.


Eu sei que tens medo de mim
Do quanto te quero e desejo
Pois não receio que penses assim
Pois se não fosse meu amor por ti... Tudo seria receio.


Sei dos sonhos, adoro dormir e ter os meus...
Mas é em seus braços que meu mundo muda
E ponho a esperança desperta em ponto de lança
Pra acordar-me dos medos que já não me alcança


Eu sou o riso da criança
E a esperança dos adolescentes
Às vezes sou infantil, mas nunca
Abro mão de ser gente.


Eu do teu lado me sinto contente.
Deixa um verso teu e meu corpo se abre
Em troca de um sorriso e de tua boca
Em meu corpo sempre quente, como aguardente.


Eu sou a menina que pisa na serpente
Pois quando sou tua, estou no Éden...
Sou da parceria a sombra
Ou mesmo a pessoa presente.


Tem gente que não sente
Mas a vida é bem melhor
Quando se ama
E temos alguém na mente.


Às vezes, preciso de um néctar
E de que me digas boa noite...
E me deixes adormecer feliz
Pra que a vida seja breve ou longa,


Mas em teus braços a felicidade se faz



Eternamente.







Czar D’alma