Seguidores

2013/01/16

“Meus dedos para meu Pai”

“Meus dedos para meu Pai”   -   Czar D'alma  
 
 
 
 
 
“Meus dedos para meu Pai” –  Czar D’alma
 
Os meus dedos descrevem memórias
De onde a minha vida eu bebo.
Eu desejo a vida forte pra todos
Eu quero a sorte e a delicia dos casais.
 
Os meus dedos estão tão sós...
Algumas memórias me mordem nas madrugadas
E pelas manhãs os meus dedos pedem forças a mais.
Pra meu Deus, pra esse meu lindo Pai.
 
Eu vou desenhar nas nuvens
Histórias de amor que não acabam jamais
Onde as crianças dançam sorridentes
E os meus dedos pra ninguém aponta mais.
 
Senão pra indicar onde mora o meu Pai.
 
 
 
“Meus dedos para meu Pai” -  Czar D’alma
 
Postar um comentário