Seguidores

2013/05/19

”Te amo” – Czar D’alma.


”Te amo” – Czar D’alma







”Te amo” – Czar D’alma. 


É quando digo que te amo
Que minhas frases se soltam
E em minha metade se tornam
Em farpas que voltam.




Se de cada silêncio
Eu colher um beijo teu
Em delírio de cada dia
Serei um equilíbrio no apogeu.

Minhas palavras que não escutas
Meus versos que não te consolam
Quando em quando de tudo
Consumido por mim estou.




Declaro que te amo
E tu me amas sem saber
Querendo eu um dia ser
Tu me deixas sem temer.

Tenho colírios pra cada manhã
Tenho sentidos quando a febre vem vã
Decolo com as asas de tua paz
Quando ouves que de amar-te sou capaz.




Se tu me amas e eu não
Me procuras em cada tua solidão.
Sem sentido os erros nascem e são
Declino de meu império de não ter razão.

Eu te amo e tu ainda não
A gente encontra um abrigo
Entre cada olhar que trocamos
Pra que a vida seja num segundo, canção.




Tu que me amas,
Eu que amo o que não és
Quando sou o seu amor
Estou no banco dos réus.

Sendo fiel ao amor
Que tu ainda nem sabe se brotou
Chamo teu nome em nome de que não sou
Por que o dia amanhece e sei que procuras felicidade




Em quem jamais te procurou.





”Te amo” – Czar D’alma


Postar um comentário