Seguidores

2013/02/28

“Sonho de liberdade” – Czar D’alma.


“Sonho de liberdade” – Czar D’alma.





“Sonho de  liberdade” – Czar D’alma.




Ando entre tantas coisas
Algumas lindas, outras nada boas.
Mesmo assim continuo a caminhar.




Não me exaspera a esperança
Dos que só pensam em comer
Eu preciso me olhar...
Não mais ver o meu sofrer.




Enquanto dizem que não amo
Vou amando quem não tem nada pra dizer.

Entendemos que nos traem
Atendemos os que se equivocam
Entre os passos de mentirosos
Eu agora encontro em mim, meu próprio ser.




Eu sei que muitos nada valem
Eu não posso nesse caminho me valer
De agora em diante tenho metas
E meus planos não irão me ofender.




Ainda que alguém minta eu prefiro a verdade
Quando todos estão traindo, me adorno em lealdade.
Só pra contrariar a correnteza eu não abro mão de ser fiel
Quando todos me perguntarem, jamais darei o fel.




Seja como for, vamos preferir a amizade.
Por que se existem os falsos, nós seremos sinceridade.
Foge-se de suas rédeas a igualdade
Estarei entre os que preferem a bondade.




Não sou perfeito e nem por isso
Vou magoar quem ainda não o sabe.
Sei de minhas fraquezas e tapete eu farei delas
Mas, quando encontrar um amor, jamais verter as minhas mazelas.




Eu ando em meio a tanta gente...
Algumas boas, outras não.
Mas, se soubermos sobriedade pura.
Temos em vida a fuga da amargura.




Quero correr com meus anseios
Quero amar os imperfeitos
Vou doar as minhas lágrimas
Para o refrigério no meu peito.




Se eu errar vou levantar
Mas se alguém comigo estiver
Posso abrir os olhos e dizer...
Como é bom o beijo e abraço 





da mulher.





“Sonho de  liberdade” – Czar D’alma.


Postar um comentário