Seguidores

2013/03/14

“Um no outro nadar” – Czar D’alma.

 “Um no outro nadar” – Czar D’alma.






  “Um no outro nadar” – Czar D’alma.



Eu tenho um carretel de  linha
Pra poder demarcar onde moras
Saber a profundeza de teu oceano
Onde mergulho e me banho.




Eu tenho muitas linhas
Dentro delas eu lhe pus pra mim
Pra saber a distância de seu sentimento
Preparei o anzol e dei linha pra meu descontentamento.




Eu sou assim, marinho de ti
Sozinho componho as linhas de teu corpo
Onde lá eu me achei e me perdi.




Tenho muitas linhas
Mas ainda não lhe trouxe pra mim.
Pra saber quantas milhas eu caminho
Pra fazer nossa casa, cama e cantinho.

Eu percorro todo o oceano
Trazendo você na mente,
Agora já sabes o meu plano.




Das linhas que percorri
Quase todas tinha um fim
Mas as suas são intensas
São pra minha sede, desejo e confins.

Eu percorro quase todo o teu oceano
Por que minha boca saliva
Quando estás em meus sonhos.
Até meu médico diz que sou alma cativa.




Então é assim, eu percorro e tu não
Enquanto houver dia, minha alma cala
E só de ti, ela se sacia.
Tendo seus delírios em minhas mãos...




Nas prumas de um rio
Nas ondas do mar
Nas coisas que deixamos caladas
Enquanto nossos corpos aprendiam




Um no outro nadar.





“Um no outro nadar” – Czar D’alma.



Postar um comentário